Colmeia dos Livros

Resenha: Para Sempre, de Kim & Krickitt Carpenter

segunda-feira, março 25, 2013 Diego Dittrich 0 Comentários

Olá, sou o Diego Dittrich. Fui convidado para publicar uma resenha aqui no blog! A resenha que vos apresento é do livro "Para Sempre" (The Vow), cuja história real inspirou o filme homônimo, de 2012. Espero que gostem e não deixem de visitar o meu blog! :)

Título original: The Vow
Autor: Kim e Krickitt Carpenter
Número de Páginas: 144
Editora: Novo Conceito
Sinopse: A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.
 [Pode conter alguns detalhes sobre a trama]

Quando eu soube do lançamento do filme The Vow (Para Sempre no Brasil) e que a atriz Rachel McAdams estava nele, não pude conter minha ansiedade. Eu amo essa atriz e sou totalmente apaixonado por filmes românticos! Hehe... Pois bem. Qual não foi minha surpresa ao saber que o filme era inspirado em uma história real e que já era um livro e que seria lançado no Brasil pela Editora Novo Conceito! Fiquei muito feliz! Assim que a Editora Novo Conceito atingiu 5 mil fãs no Facebook, fui cara de pau e pedi um exemplar do livro. Prontamente me atenderam e me enviaram o kit do livro que vem com um caderno de anotações e um marcador. Simples, como o livro. O devorei em um dia, até mesmo porque o livro não é grande e tem apenas 144 páginas. Mas traz um conteúdo - como diz a chamada do livro no site da editora - que vai mudar a sua vida para sempre! Vamos à resenha:

 Bem, o livro é todo contado em primeira pessoa por Kim, o marido de Krickitt. A forma como Kim fala da esposa e do amor que sente por ela é de encher os olhos. Todos os detalhes, desde o dia que se conheceram pelo telefone (na ocasião, Kim ligou para uma loja em que Krickitt trabalhava para comprar jaquetas para técnicos de beisebol). A gentileza com que ela o atende faz com que Kim se encante cada vez mais por Krickitt. As ligações telefônicas tornam-se diárias e eles passam a trocar cartas - já que ele deixa claro que na época o acesso a e-mails não era tão comum - e até fotos. A amizade entre os dois e o companheirismo fazem com que os laços do relacionamento entre eles se estreitem cada vez mais. E o amor de Kim nascer de forma arrebatadora. Depois de um tempo de conversas, encontros e tudo o mais que uma relação tem direito, eles percebem que é hora de seguir um caminho: terminar ou dar um passo mais em frente, que é o casamento já que os dois moram em cidades diferentes e seria complicado manter uma relação à distância (haja dinheiro para manter o telefone!). Até que Kim faz o pedido de forma inegável! *-*

Dois meses após o casamento, durante uma viagem, eles sofrem um grave acidente de carro. Apesar de ter sobrevivido de forma milagrosa ao acidente, Krickitt tem graves sequelas. Ela fica um tempo em coma e segue se recuperando aos poucos. Como estava num estado vegetativo, Krickitt precisa aprender a andar, a falar e a comer. Mas a pior sequela e, talvez, a mais irreversível é sua perda de memória. Todos os acontecimentos vividos nos últimos anos foram, inexplicavelmente, apagados de sua memória. Tudo o que viveu na infância e na adolescência tem total clareza nas suas lembranças mas seu casamento e o seu marido, na memória dela, nunca existiram. Para ela, naquela cama de hospital, ele era apenas um desconhecido. Mas o amor de Kim por Krickitt é tão forte e ele tem esperança que ela venha a reconhecê-lo que ele não desiste. Larga tudo: emprego, amigos, família, tudo para ficar ao lado da mulher que ama, durante sua recuperação. A partir daí, Kim passa a enfrentar o seu maior pesadelo: ficar ao lado da mulher que ele ama embora ela deixe claro que não gosta dele. Por mais que ele perceba que a mulher que ele conheceu e com quem ele casou não esteja mais ali dando lugar a uma totalmente diferente, grosseira e birrenta, ele insiste em ficar ao lado dela. O relato que ele dá durante a fase de recuperação de Krickitt é, no mínimo, emocionante! O livro me emocionou pelo fato de ver que existe amor verdadeiro. Qualquer ser humano teria desistido e seguido em frente com sua vida no momento em que Krickitt olha nos olhos de Kim e diz que o odeia e não quer vê-lo nunca mais. E não foi apenas uma vez. Mas o amor que Kim sente por ela é verdadeiro e puro e ele luta contra tudo que pareça estar errado na sua relação. Ele precisa reconquistar a sua esposa e essa hitória, embora seja real, lembra-nos muito bem do filme "Como Se Fosse a Primeira Vez". Ele mesmo cita isso no livro! Enfim, é uma magnífica história de amor, superação, fé e desafios de alguém que tanto lutou para estar ao lado de quem ama. Mas não espere um livro cheio de diálogos. Ele foi escrito como um depoimento de Kim, em que ele conta todos os fatos de sua vida com Krickitt. Aliás, nem dá pra sentir falta dos diálogos.

Realmente magnífico! Nos ensina que é possível lutar por quem a gente ama mesmo que as circunstâncias ao nosso redor nos digam que não. Nos ensina que basta ter fé, acreditar que Deus pode mudar qualquer situação, mesmo que tudo indique o contrário. Nos mostra que o amor verdadeiro é capaz de superar qualquer adversidade, qualquer desavença... e, principalmente, nos mostra que esse amor existe!! "Eu sentia que havia tomado a decisão certa, e me empenhei no meu novo trabalho: cuidar de Krickitt." (Kim Carpenter)

NOTA: 

POSTS RELACIONADOS

0 comentários