Colmeia dos Livros

Conheça "Entre o céu e o mar", de Robson Gundim

sábado, novembro 30, 2013 Conrado Dittrich 1 Comentários

É com muita satisfação que venho divulgar este livro fantástico do autor brasileiro Robson Gundim. Com cenários românticos e primitivos, "Entre o céu e o mar" mescla aventura, drama, suspense e muito romance.


Devido ao grande número de páginas, o livro foi divido em duas edições ("Uma Odisseia além do Oceano" e "Nos montes da Inocência"). Confira a sinopse:

Annette Legrand - descendente de ingleses - imigra para os Montes Apuseni ainda quando criança, para viver nos ermos campestres longe dos rigores da guerra. Ela acaba conhecendo e vivendo junto a um garoto chamado Richter Belmont, um orfão adotado pelo romeno Loweed Schwartz. Com o passar dos anos, Annette e Richter descobrem que irão se separar; ela é levada para um colégio interno na grande Bucareste e Richter fica sozinho no rancho. Sete anos depois, formada e transformada numa deslumbrante mulher, Annette Legrand regressa ao território que marcou a sua infância, redescobrindo o marcante e profundo sentimento que uniu a sua vida à de Richter. Contudo, o que Richter não sabe, é que Annette noivou-se com Nicholas Willefort, um nobre herdeiro de um conde, com quem Annette irá se casar...

Em ENTRE O CÉU E O MAR - NOS MONTES DA INOCÊNCIA iremos imergir em uma grande história de amor, onde será revelado o maior de todos os segredos de Annette Legrand, a Valquíria que viveu aventuras marítimas no primeiro livro da saga ENTRE O CÉU E O MAR - UMA ODISSEIA ALÉM DO OCEANO.


Repleto de ilustrações feitas pelo próprio autor, é impossível não entrar na magia literária que esta obra proporciona. Leia alguns trechos e encante-se:


"Calmamente, Annette se virou.
Estava acorrentada; ligada e dividida entre dois mundos completamente diferentes... Num deles, um poderoso nobre sorria assentado num trono de ouro, agindo distintamente do outro homem; um selvagem caçador no coração da mata, marcado por uma cicatriz cruciforme no lado direito do peito.
Richter segurou-lhe uma das mãos, farejando-lhe docemente e colocando-a sobre seu peito acelerado, comprovando, através das batidas do coração, o que sentia por ela. (...)"



Estavam sobre o campo relvado.
Sem esforços, pois o momento desejara isso, ela se aprumou e encarou o céu fulgente, lindo e repleto de tufos de algodão. — Faz quanto tempo? – Perguntou, ainda sem olhar para Richter, parecendo observar nas nuvens as imagens do último dia em que estivera ao seu lado, liberta como sempre desejou, como sempre quis viver. Richter ficou silenciado. A reação dela veio prontamente do céu, ainda sorridente, mas desigual: — Cinquenta e duas semanas. Cento e quarenta e quatro meses... Num tom judicial, Richter complementou: — Doze anos.



Annette abriu os olhos, observando o espelho deles com emoção. Gostaria tanto que as coisas fossem simples... Daria tudo para ser igual a ele! Mas por mais que tentasse, não conseguia se igualar ao caule de espinhos que era o espírito de Richter... Aquele misto de bravura, selvageria e inocência. Primeiro porque ele não via maldade nos olhos das pessoas, não da mesma forma que Annette; não aquelas pessoas cuja espécie sórdida ela conhecera na cidade.
Era uma personalidade tão única a de Richter! Isso a preocupava... Preocupava demais. Uma vez ele a dissera, em uma noite intensamente fria e chuvosa, agraciada pelo cântico da selva: “Nós podemos ficar aqui...” Tocou-a nas mãos e aqueceu-a com ternura. “Juntos, para sempre.”
E ela, intrigada pela dúvida cruel e amarga sobre aqueles dois caminhos que sondavam o espírito de Richter, não soube o que dizer, pois o fantasma de Nicholas também começou a conturbá-la...


CONHEÇA OS PERSONAGENS:


Annette Legrand – possui um caráter especial. Bela, aventureira e muito corajosa, ao deixar o colégio ela preferiu os campos a ter de viver na cidade grande. Apesar da bravura, é dona de um bondoso coração e admite não suportar os costumes exagerados da nobreza que oprimiu a sua mocidade. Annette é muito curiosa, pensativa e sempre tem as palavras corretas para desvencilhar-se das bruscas perguntas, no entanto, carrega um espirito sensível que muitas vezes a permite fraquejar.

Richter Belmont – é o último sangue vivo dos Belmonts, tão livre quanto o vento, indomável quanto o tempo, poderoso quanto o sol, enlaça a vida da mulher que nunca pôde esquecer, entregando-se a um sentimento o qual jurava nunca ter conhecido ou, tampouco, ouvido falar... Richter passou por um grande trauma ainda quando criança, e por essa razão é reservado por natureza. Domina uma forte personalidade e ao tempo em que é uma pessoal amigável, também pode ser tornar uma criatura feroz. Somente Annette, dentre todas as belas, é quem consegue dominar essa “fera”.

Loweed Shwartz – tem uma alma humilde e um coração generoso, que mesmo após a perda dos filhos para guerra não conseguiu mudar. Execra as atitudes do alto comando mesmo sendo agraciado pelo império e despreza o servilismo. Para Loweed, uma vida digna e honesta depende do trabalho, por esse fator trabalhou durante toda a sua vida, passando para Richter (seu filho adotivo) e seus demais sobrinhos a mesma lição. Loweed é um homem tradicional que segue as leis da igreja católica. Seu melhor amigo, Tobias, é um dos padres da pequena cidade Verossa, a quem Loweed garante sempre poder contar.

Vasseur Legrand – é irmão de Annette, e embora apareça apenas no segundo volume, não deixa de ser um dos personagens centrais. Vasseur, desde pequeno, já demonstrava dotar de um caráter inquestionável por desejar uma vida sem regras, tampouco imposta pela sociedade. Vasseur é do tipo que não recebe ordens, mas seus atos por vezes se igualam (ou superam) aos de um cidadão respeitoso. Inteligente e calculista, sabe ser frio nos momentos adequados. Definitivamente, é um grande aliado de Annette.


Sobre o autor:

ROBSON OLIVEIRA GUNDIM nasceu na cidade de Gandu-Ba. Reside atualmente em Jequié. É estudante universitário, desenhista e escritor. Autor do livro “Entre o céu e o mar – Uma oddiseia além do oceano”, também participou da antologia “O último dia antes do fim do Mundo”, “Amores Impossíveis” e “The King”. Sempre foi amante da literatura e da sétima arte, e ressalta: “Creio que esses foram os principais componentes que me fizeram se interessar pela arte de criar e escrever.”



Saiba mais e fique por dentro das novidades:
Página no facebook: http://www.facebook.com/entreoceueomar
Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/321497-entre-o-ceu-e-o-mar

POSTS RELACIONADOS

1 comentários

  1. Obrigado Conrado pelo seu apoio imensurável! A postagem ficou linda e devo desde já ressaltar que o seu blog é super rico e completo em informações. Sucesso, e continue com o excelente trabalho! Espero que um dia você possa imergir na magia de ENTRE O CÉU E O MAR! Abraço!

    ResponderExcluir